quinta-feira, 21 de maio de 2009

Pra Rua me Levar





















Não vou viver como alguém que só espera um novo amor
Há outras coisas no caminho aonde eu vou
As vezes ando só, trocando passos com a solidão
Momentos que são meus e que não abro mão

Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
E eu vou lembrar você

É... mas tenho ainda muita coisa pra arrumar
Promessas que me fiz e que ainda não cumpri
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar
Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir

Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

(Composição: Ana Carolina / Totonho Villeroy)

quinta-feira, 14 de maio de 2009

PEDAÇOS DE MIM

Eu sou feito de

Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos

Sou feito de
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão

Sinto falta de
Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci

Eu sou
Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante


Tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas

Muitas vezes eu
Desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,para não enfrentar
sorri para não chorar

Eu sinto pelas
Coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei

Tenho saudade
De pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo.

(Martha Medeiros)

quarta-feira, 6 de maio de 2009

As sem-razões do amor















Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.
Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira, 27 de abril de 2009

O homem e a mulher


O homem é a mais elevada das criaturas
A mulher o mais sublime dos ideais
Deus fez para o homem um trono
Para a mulher um altar
O trono exalta
O altar santifica.
O homem é o cérebro
A mulher o coração
O cérebro fabrica a luz
O coração fabrica o amor
A luz fecunda
O amor ressuscita.
O homem é gênio
A mulher é anjo
O gênio é imensurável
O anjo é indefinível
Contempla-se o infinito
Admira-se o inefável.
A aspiração do homem é a suprema glória
A aspiração da mulher é a virtude extrema
A glória faz o grande
A virtude, o divino.
O homem tem a supremacia
A mulher a preferência
A supremacia significa a força
A preferência representa o direito.
O homem é forte pela razão
A mulher é invencível pelas lágrimas
A razão convence
As lágrimas comovem.
O homem é capaz de todos os heroísmos
A mulher, de todos os martírios
O heroísmo enobrece
O martírio sublima.
O homem é um código
A mulher um evangelho
O código corrige
O evangelho aperfeiçoa.
O homem é um templo
A mulher é um sacrário
Ante o templo nos descobrimos
Ante o sacrário nos ajoelhamos.
O homem pensa
A mulher sonha
Pensar é ter no crânio uma luz
Sonhar é ter na fronte uma auréola.
O homem é um oceano
A mulher é um lago
O oceano tem a pérola que adorna
O lago a poesia que deslumbra.
O homem é a águia que voa
A mulher o rouxinol que canta
Voar é conquistar o espaço
Cantar é conquistar a alma.
O homem tem um farol, a consciência
A mulher uma estrela, a esperança
O farol guia
A esperança salva
Enfim:
O homem está colocado onde termina a terra
E a mulher onde começa o céu.


(Victor Hugo)

segunda-feira, 30 de março de 2009

RECEITA PARA LAVAR PALAVRA SUJA



Mergulhar a palavra suja em água sanitária.
depois de dois dias de molho, quarar ao sol do meio dia.
Algumas palavras quando alvejadas ao sol
adquirem consistência de certeza. Por exemplo a palavra vida.

Existem outras, e a palavra amor é uma delas,
que são muito encardidas pelo uso, o que recomenda esfregar e bater insistentemente na pedra, depois enxaguar em água corrente.

São poucas as que resistem a esses cuidados, mas existem aquelas.
Dizem que limão e sal tira sujeira difícil, mas nada.
Toda tentativa de lavar a piedade foi sempre em vão.

Agora nunca vi palavra tão suja como perda.
Perda e morte na medida em que são alvejadas
soltam um líquido corrosivo, que atende pelo nome de amargura,que é capaz de esvaziar o vigor da língua.

O aconselhado nesse caso é mantê-las sempre de molho
em um amaciante de boa qualidade. Agora, se o que você quer é somente aliviar as palavras do uso diário, pode usar simplesmente sabão em pó e máquina de lavar.

O perigo neste caso é misturar palavras que mancham
no contato umas com as outras.
Culpa, por exemplo, a culpa mancha tudo que encontra e deve ser sempre alvejada sozinha.

Outra mistura pouco aconselhada é amizade e desejo, já que desejo, sendo uma palavra intensa, quase agressiva, pode, o que não é inevitável, esgarçar a força delicada da palavra amizade.

Já a palavra força cai bem em qualquer mistura.
Outro cuidado importante é não lavar demais as palavras
sob o risco de perderem o sentido.

A sujeirinha cotidiana, quando não é excessiva,
produz uma oleosidade que dá vigor aos sons.

Muito importante na arte de lavar palavras
é saber reconhecer uma palavra limpa.

Conviva com a palavra durante alguns dias.
Deixe que se misture em seus gestos, que passeie
pela expressão dos seus sentidos. À noite, permita que se deite, não a seu lado mas sobre seu corpo.

Enquanto você dorme, a palavra, plantada em sua carne,
prolifera em toda sua possibilidade.

Se puder suportar essa convivência até não mais
perceber a presença dela, então você tem uma palavra limpa.

Uma palavra LIMPA é uma palavra possível.

(Viviane Mose)


segunda-feira, 9 de março de 2009

Trilogia Chamanda Anjo


Hoje eu acordei mais cedo
e fiquei te olhando dormir
imaginei algum suposto medo
para que, tão logo, pudesse te cobrir
tenho cuidado de você todo esse tempo
você está sobre o meu abraço e a minha proteção
tenho visto você errar e crescer
amar e voar
você sabe onde pousar
ao acordar já terei partido
ficarei de longe, escondido
mas sempre perto, de certo
como se eu fosse humano
vivo
vivendo pra te cuidar, te proteger
sem você me ver
sem saber quem eu sou
se sou anjo
ou se sou seu amor!



Acredita
em anjo

Pois é, sou o seu
Soube que anda triste
Que sente falta de alguém
Que não quer amar ninguém
Por isso estou aqui
Vim cuidar de você
Te proteger, te fazer sorrir

Te entender, te ouvir
E quando tiver cansada
Cantar pra você dormir
Te colocar sobre as minhas asas
Te apresentar as estrelas do meu céu
Passar em Saturno e roubar o seu mais lindo anel
Vou secar qualquer lágrima
Que ousar cair
Vou desviar todo mal do seu pensamento
Vou estar contigo a todo momento
Sem que você me veja
Vou fazer tudo que você deseja
Mas, de repente você me beija
O coração dispara
E a consciência sente dor
E eu descubro que além de anjo
Eu posso ser seu amor.





Afinal,Quem Eu Sou?

Sou Anjo Ou Seu Amor?

Tenho Asas?

Anjos Protegem,

Cuidam,

Aparecem Invisíveis,

Humanos Também Quando Amam,
Quero Dizer Que Já Não Importa,
Saber De Onde Vem,
Se Tudo Que Sou é Amor,
Mas Se Ainda Assim Quiser Voar,
Te Apresento As Estrelas,
Te Mostro Outros Alados,
Deus,
A Vida Celeste,
Até Voltarmos Para Casa,
Mais Uma Vez, Humanos,
Nos Amarmos, Até Morrermos,
Para Dizer Que É Seu O Anel,
Sou Seu Amor Na Terra,
E Seu Anjo No Céu...


(Saulo Fernandes)



sábado, 28 de fevereiro de 2009

É a minha Condição...

Eu não sou diferente de ninguém
Quase todo mundo faz assim
Eu me viro bem melhor
Quando tá mais pra bom que pra ruim

Não quero causar impacto
Nem tampouco sensação
O que eu digo é muito exato
E o que cabe na canção

Qualquer um que ouve entende
Não precisa explicação
E se for pensar um pouco
Vai me dar toda razão

A senhora, a senhorita e também o cidadão
Todo mundo que se preza
Nega fogo não

Eu não sei viver sem ter carinho
É a minha condição
Eu não sei viver triste e sozinho
É a minha condição
Eu não sei viver preso ou fugindo


(Condição)

Lulu Santos

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

"O" Poeta e "O" Soneto



Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.


(Vinicius de Moraes)

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

?!










O que

O que que eu estou procurando
No vago aflita olhando
De canto em canto buscando
O que
De noite a lua assiste
Que eu fico ainda mais triste
E saio pra rua andando
Procurando mas o que
Talvez se um dia eu achasse
O mundo depressa tirasse
E eu não conseguisse nem ver
Mas o que
Que eu estou procurando
No vago aflita olhando
De canto em canto buscando
O que?

(Maysa)

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

♥ Aos apaixonados ...




From This Moment on

A partir desse momento...

A partir deste momento a vida começou
A partir deste momento você é o único
E bem ao seu lado é onde eu pertenço
A partir deste momento em diante

A partir deste momento eu fui abençoada
Eu vivo somente para sua felicidade
E pelo seu amor eu daria meu último suspiro
A partir deste momento em diante

Eu entrego a minha mão para você com todo o meu coração
Não posso esperar para viver minha vida com você, não posso esperar para começar
Você e eu nunca nos separaremos
Meus sonhos se tornaram realidade por sua causa

A partir deste momento e enquanto eu viver
Eu vou te amar, eu te prometo isso
E não há nada que eu não daria.
A partir deste momento em diante

Você é a razão por eu acreditar no amor,
Você é a resposta das minhas orações lá de cima
Tudo que nós precisamos é somente de nós dois
Meus sonhos se tornaram realidade por sua causa

A partir deste momento e enquanto eu viver
Eu vou te amar, eu te prometo isto
E não há nada que eu não daria
A partir deste momento
Eu vou te amar enquanto eu viver
A partir deste momento em diante




...








Destinatário: J.Janderson L. Silva





]...Ontem...HJ...Pra Sempre...[




Somos todos movidos por essa força chamada Amor,
comigo não seria diferente.

Para os que não concordam comigo ,perdão,
É só a opinião de quem não lembra ter tido vida antes
De ter vivido...








Minha vida

"Ah se eu pudesse te roubar da vida que vivemos
E da vida que ainda temos que viver.
Certamente eu te levaria pra vida que a gente vive
Quando a nossa alma e os nossos lábios se encontram.
Seria a vida perfeita de nós dois.
O nosso mundo, os nossos sonhos.
Essa vida eu conheci quando fiz de você a minha vida
Os meus melhores momentos, os meus maiores sorrisos.
Coincidência, destino, acaso qualquer coisa pode explicar.
Porque eu sei que em qualquer um deles eu ia fazer de mim a sua vida.
Em qualquer momento nos tornaríamos um único elo.
Somos movidos por sentimentos inexplicáveis.
Sonhamos um sonho só.
Se o acaso pudesse me ajudar
Eu te diria que por ele te chamei te vida pela 1ª vez um dia,
Mas só o meu amor pode justificar
O quanto Deus fez de você o essencial pra mim viver."

(Hamanda Freires)



Ao...

***[Vida(o)]

Com carinho

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O QUE QUER UMA MULHER






Um bebê nasce. O médico anuncia: é uma menina! A mãe da criança, então,

se põe a sonhar com o dia em que a sua princesinha terá um namorado de

olhos verdes e casará com ele, vivendo feliz para sempre. A garotinha

ainda nem mamou e já está condenada a dilacerar corações. Laçarotes,

babados, contos de fadas: toda mulher carrega a síndrome de Walt Disney.

Até as mais modernas e cosmopolitas têm o sonho secreto de encontrar um

príncipe encantado. Como não existe um Antonio Banderas para todas, nos

conformamos com analistas de sistemas, gerentes de marketing, engenheiros

mecânicos. Ou mecânicos de oficina mesmo, a situação não anda fácil.

Serão eles desprezíveis? Que nada. São gentis, nos ajudam com as

crianças, dão um duro danado no trabalho e têm o maior prazer em nos

levar para jantar. São príncipes à sua maneira, e nós, cinderelas

improvisadas, dizemos sim! sim! sim! diante do altar. Mas, lá no fundo,

a carência existencial herdada no berço jamais será preenchida.

Queremos ser resgatadas da torre do castelo. Queremos que o nosso

pretendente enfrente dragões, bruxas, lobos selvagens. Queremos que ele

sofra, que vare a noite atrás de nós, que faça tudo o que o José Mayer,

o Marcelo Novaes e o Rodrigo Santoro fazem nas novelas. Queremos ouvir

"eu te amo" só no último capítulo, de preferência num saguão de

aeroporto, quando ele chegará a tempo de nos impedir de embarcar.

O amor da vida real, no entanto, é bem menos arrebatador. "Eu te amo"

virou uma frase tão romântica quanto "me passa o açúcar". Entre casais,

é mais fácil ouvir "te amo" ao encerrar uma ligação telefônica do que ao

vivo e a cores. E fazem isso depois de terem se xingado por meia-hora.

"Você vai chegar tarde de novo? Tenha a santa paciência, o que é que

você tanto faz nesse escritório? Ontem foi a mesma coisa, que inferno!

Eu é que não vou preparar o jantar pra você às dez da noite, te vira.

Tchau, também te amo." E batem o telefone, possessos.

Sim, sabemos que a vida real não combina com cenas hollywoodianas.

Sabemos que há apenas meia dúzia de castelos no mundo, quase todos

abertos à visitação de turistas. Sabemos que os príncipes, hoje, andam

meio carecas, usam óculos e cultivam uma barriguinha de chope. Não são

heróicos nem usam capa e espada, mas ao menos são de carne e osso, e a

maioria tentaria nos resgatar de um prédio em chamas, caso a escada

magirus alcançasse o nosso andar. Não é nada, não é nada, mas já é

alguma coisa.

Dificilmente um homem consegue corresponder à expectativa de uma mulher,

mas vê-los tentar é comovente. Alguns mandam flores, reservam quarto em

hotéizinhos secretos, surpreendem com presentes, passagens aéreas,

convites inusitados. São inteligentes, charmosos, ousados, corajosos,

batalhadores. Disputam nosso amor como se estivessem numa guerra, e pra

quê? Tudo o que recebem em troca é uma mulher que não pára de olhar pela

janela, suspirando por algo que nem ela sabe direito o que é. Perdoem

esse nosso desvio cultural, rapazes. Nenhuma mulher se sente amada o

suficiente.

(Martha Medeiros)

Agosto de 1997